31.10.10

Apareceu que nem uma aparição. A cara branca de pó de arroz e muito lápis preto, escorrendo pelo canto dos olhos. Pediu uma cerveja e eu no balcão tentando fingir que achava tudo muito normal falei são 5 reais paga aqui pra mim. Ela tirou um dinheiro sujo amarrotado do cano da bota. Eu abri a long neck e ela bebeu de um gole metade da cerva. Eu era nova no bar e nunca tinha visto uma mina louca assim. Me olhando com aquele olho de peixe morto disse vem aqui eu quero te perguntar uma coisa. Ao pé do meu ouvido: já chupou uma buceta quer agora a que horas sai... Eu fiquei assustada e nervosa sabe como é aquele nervosismo bem dentro da calcinha. Falei daqui a uma hora. Ela então falou beleza eu te espero gata.

E desmaiou em cima do balcão.
porque nada temos, precisamos dizer: temos a vida.

2.10.10

Falha de São Paulo censurada pela Folha de São Paulo

http://falhadespaulo.com.br/Gostaria que os amigos e seguidores divulgassem a notícia. Pouca gente sabia do site que criticava a Folha. Eram em média 600 acessos por dia. Ainda assim, foi o suficiente para incomodar o jornal, que não hesitou em tratorar a mesma liberdade que defende com veemência e com razão.