31.5.10

e ele disse:

amo tuas rugas e teus erros.
espremeu que espremeu
depois triturou o bagaço
bebeu o suquinho de sangue
do, ai!, meu coraçãozinho

_ ô, bichinho, vem aqui, vem?!
o resto (tem asinha, tem perninha,
tem biquinho...) inda dá um bom caldo.

2.5.10

sei onde é tua casa
sem que saibas sei por lá passo todos os dias
na esperança de encontrar-te não
apenas amar uma tua extensão