21.11.08

Deveres para com Deus

Admire a bondade de Deus que dá a todas as meninas uma boceta para nela mergulhar todas as pirocas do mundo, e que, para variar seus prazeres, permite substituir a piroca pela língua, a língua pelo dedo, a boceta pelo cu, e o cu pela boca.

Pierre Louÿs invariavelmente ensina.

14.11.08

a irritação tamanha, talvez de tpm. ser mulher é foda e de salto alto então é pior.
queria mesmo ter um coalinha lindinho - pra encher de porrada.

12.11.08

uma máquina fotográfica na mão e uma boa imagem bem na nossa frente: a velha subindo a escada rolante, com cara levemente peralta, tocando uma gaita vermelha; as mãos cobertas com luvas de plástico fosco de hospital, dedos tão secos e longos nas luvas largas. tocando a gaita...
Queria estilhaçar as janelas da tua casa.

4.11.08


fiquei com vontade de postar uma imagem maravilhosa, mas encontrei nenhuma de fato tocante. a pressa, ainda, me fez optar por essa foto que me lembro de criança...
ia contar a todos como meu dia tinha sido uma merda até que me dei conta, montando o texto na cabeça, de que havia sido culpa minha, de certa forma, a merda em questão. o texto começava assim 'tudo começou quando acordei sozinha dez minutos antes do despertador tocar e não me levantei.' daí por diante...

2.11.08

Ah, se eu te pudesse fazer entender
Sem teu amor eu não posso viver
Que sem nós dois o que resta sou eu

Eu assim tão só
E eu preciso aprender a ser só
Poder dormir sem sentir teu calor
E ver que foi só um sonho e passou

Ah, o amor!
Quando é demais ao findar leva a paz
Me entreguei sem pensar
Que a saudade existe
E se vem é tão triste

Vê: meu olhos choram a falta dos teus
Esses teus olhos que foram tão meu
Por Deus entenda que assim eu não vivo
Eu morro pensando no nosso amor

1.11.08

Finjo-me alegre, pro meu pranto ninguém ver
Feliz daquele que sabe sofrer

Agora, Nelson Cavaquinho

Ontem meu primo me apresentou a Esperanza Spalding e digo que a moça é mesmo impressionante. Joguem o nome da moça no Google e no Youtube - vão ficar de queixo caído.
_ O que a gente mais estima é o que o diabo pega e leva pros inferno.