28.2.07

E a que faltava

sombras são camaleões
do acaso e do meu desejo
se me enganam ou mimam
também engano a mim mesmo
me apraz inventar aquilo
para além daquilo que vejo
Duas Estrofes

sombras são camaleões
do acaso e do meu desejo
decerto que podem brincar
nas frases do livro que leio
marionetes de sol e vento
folhas formas que ondeiam

e podem descer e subir
teto e chão deste meu quarto
meninas paridas no asfalto
de luminárias e faróis de carro
podem mesmo trazer a chuva
às paredes do meu quarto

Marcadores:

25.2.07

eu louca nem sabia, nem lembrava (melhor dizendo) desse meu blog. essa é uma ciranda cirandinha. eu crio, esqueço. esqueço, crio. nova criação: tirandoababadoquiabo.blogspot.com.
não, nada de ciranda cirandinha - eu só esqueço. no limite, eu tento não.