22.1.09

criança rindo correndo colore o dia
os gritos saltitam sapecas até minha casa
perto do meu ouvido, como a melhor música,
dizem baixinho na carícia:
'viver pode ser bom'.

1 Comentários:

Blogger Eduardo Matzembacher Frizzo disse...

Viver é bom sim. O ruim é saber que tudo são bolhas de sabão. Mas ontem li um livro sobre física quântica que me deixou tranquilo. Sabe o que descobri? O tempo não passa. O tempo é uma constante. Logo, passado e futuro são estáticos. Essa coisa da fluidez do tempo é ilusão da nossa cabeça. Portanto, viajar no tempo é possível, e certamente o Heidegger estava errado, pelo menos do ponto de vista físico, quando disse que somos enquanto tempo. Sei que isso não tem diretamente a ver com seu poema. Mas ao mesmo tempo tem. E sabe por quê? Se o tempo não passa, são somente as coisas que mudam de estado. Portanto, viver não pode ser outra coisa se não uma coisa boa. E que se foda esse meu lado pseudo-lógico, convenhamos, não é mesmo? Um beijo, menina marota.

30/1/09 00:26  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial