8.2.10

ps: me vi perguntando a mim um tanto absurdada 'ele teve mesmo coragem de escrever aquele segundo verso?'

meu poema seria assim:

nenhum desejo neste domingo
nenhuma alegria nesta vida
as vozes não silenciam na casa
embora o mundo esteja mudo
os dedos que dedilham essas notas
fingem bem o que não sabem
se soubessem o fingiriam
ainda melhor

1 Comentários:

Blogger Musa disse...

Oi, querida!
Um prazer seguir seu blog (agora que aprendi como segui-la, posso lembrar mais frequentemente da poesia!)
Bjão

17/2/10 20:27  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial