26.11.07

Sem ler ou ver, ouvir (velha, maçante e incansável brincadeira com a palavra). Sem.
Volto agora, depois de longo silêncio e fico, juro não deixá-lo. Falta bem sei não faz ao mundo a fala de ninguém, mas quem disse que eu falo?
(Sussurro ao pé do ouvido).

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial