6.1.09

Quando um poeta
Quer se vingar de Deus

Blafesma

E

Desencaminha pelo menos
Umas três gerações

3 Comentários:

Blogger by Maira Aymone. disse...

Posso adorar esse poeminha?

11/1/09 18:44  
Anonymous tagg disse...

Claro, minha flor. Fico orgulhosa até, emocionada.

11/1/09 21:13  
Blogger Eduardo Matzembacher Frizzo disse...

Problema é que Deus fez as coisas mudas pra gente desconfiar que ele não existe e assim escrever poesia. Até eu sou agnóstico, o protótipo cagão de ateu. Mas posso dizer que sou algo? Não seria mais um conceito, uma teoria? Valha-me Deus!, como dizia o Brás Cubas.

12/1/09 23:34  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial