8.1.08

"Para crianças, 'Meu nome não é Johnny' não é uma boa opção, devido ao realismo e à sexualização supérflua de certas cenas. Mas para os adolescentes que começam a entrar naquela fase complicada da vida em que os amigos (nem sempre cristãos) tornam-se a maior influência e em que as ofertas (sexuais, das substâncias químicas e outras novidades) estão à disposição em cada esquina, é quase um programa obrigatório. A sugestão é: assista com seus filhos, sobrinhos ou com os adolescentes da sua igreja, desde que depois sente-se com eles e faça-os refletir sobre o que viram. Certamente a conclusão a que chegarão é que o vício e o crime não compensam."
x
Procurem no Google.

1 Comentários:

Blogger Guto Leite disse...

Vou pensar, pois, na hipótese de levar um adulto comigo... Sempre de olho nas tuas letras! Grande beijo.

8/1/08 20:40  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial