15.2.08

O post abaixo prova que qualquer texto que se preze não pode prescindir da boa e velha transpiração. Quinze minutos resultam em merda certa.
Onde está mesmo minha fortuna? Aquela que me daria o tempo necessário para servir à palavra? Oh, mundo cruel! E eu insisto...

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial